Nesta quinta-feira, o Dia Mundial da Água completa 20 anos. A data, 22 de março, foi escolhida pela ONU (Organização das Nações Unidas) durante a conferência Eco-92, no Rio de Janeiro, para alertar para a escassez de água potável. Isso porque 97% da água do planeta é salgada e está no mar, imprópria para ser bebida; 1,75% é gelo; 1,24% está em rios subterrâneos. Para as mais de 7 bilhões de pessoas vivas no mundo está disponível apenas 0,01% do total de água da Terra.

No entanto, a água e o esgoto, gerado pelo uso dela, ainda são cercados de dúvidas.

Saiba quais são os 15 mitos mais comuns – e também o que é verdade sobre esse bem essencial para nós. Posso beber água da torneira? Água tem gosto? A água da chuva pode contaminar a praia?

Veja as respostas:

Nunca vai faltar água, o Brasil tem a maior quantidade de água do mundo

O Brasil possui a maior reserva de água doce do mundo, porém mais da metade está na Amazônia e na bacia do rio Tocantins. A maior parte dos brasileiros mora em regiões com pouca água. A cidade de São Paulo tem menos água disponível do que Pernambuco, por exemplo. Imagine o custo para transportá-la da Amazônia até a capital paulista… Por isso parte da água consumidaem São Pauloé captada no sul de Minas Gerais. Não desperdice.

Não posso beber água direto da torneira

Pode, sim. A água fornecida pelas concessionárias de água segue as normas do Ministério da Saúde e é potável, com qualidade garantida. Mas é necessário que as instalações internas, como a caixa-d’água e os canos, também estejam adequados. E essa é uma responsabilidade de cada morador/condomínio.

A água tem gosto?

A água totalmente pura não tem cor, cheiro ou gosto, mas essa água só é possível de se obterem laboratório. Aágua distribuída pelas operadoras é captada de um manancial e posteriormente recebe uma série de compostos no tratamento, como o cloro. Todo o caminho da água acaba conferindo um odor característico a ela. Como a nossa legislação obriga, corretamente, a manter uma concentração de cloro residual em todos os pontos da rede, o odor predominante acaba sendo o de cloro.

Uma pessoa treinada, como alguns técnicos da Sabesp, consegue até saber de qual manancial a água foi captada somente sentindo o cheiro e o gosto dela.

Por que o cloro na água que tomamos não faz mal à saúde?

As concentrações de cloro que são aplicadas à água tratada são muito baixas, somente o suficiente para manter a segurança dela até o ponto de entrega, no cavalete dos clientes (hidrômetro).

A água da chuva é limpa

A água da chuva carrega os poluentes que estão no ar. Por isso, após chover, o céu fica mais limpo – no caso de São Paulo, a camada cinza de poluição diminui. A água da chuva também arrasta o lixo e os poluentes do chão.

A água do mar pode ser bebida

A água salgada não deve ser ingerida. É a água doce que serve para o consumo humano. No entanto, a água do mar pode ser transformadaem potável. Esseprocesso se chama dessalinização e é muito caro. Geralmente é usado em países com pouca água disponível, como Arábia Saudita e Israel, ou em ilhas, como Fernando de Noronha.

Posso beber água direto das bicas ou dos rios

Cuidado. Essas águas podem estar contaminadas. A água potável precisa seguir as normas do Ministério da Saúde, o que é feito pelas concessionárias de água. Bicas e rios podem ter água com “cara boa” e estarem contaminadas.

A água vem do céu e é de graça

A chuva é fundamental para renovar o estoque de água doce, mas está errado achar que basta pegar essa água e distribuir. Ela precisa ser tratada. E isso exige uma série de processos. Além disso, quanto mais contaminadas estiverem as reservas de água, mais caro será o tratamento. Ocupações irregulares às margens de represas também agravam a situação.

Água de reúso é potável A água de reúso não é potável. Ela pode ser usada pela indústria, para lavar ruas, monumentos, desobstruir galerias e tubulações. Mas não deve ser consumida. Sua função é substituir a água potável em usos menos nobres. Com isso, sobra mais água tratada para beber e cozinhar, por exemplo.

Jogar cabelo no ralo do banheiro não tem problema

O cabelo pode ficar preso na rede coletora da casa ou da rua, fazendo com que o esgoto volte e entre de novo nas casas. Além disso, nas estações de tratamento de esgoto, esses fios podem se juntar a outros compostos e fibras, como pedaços de pano e até plásticos lançados irregularmente pelo vaso sanitário, formando uma massa e até paralisando as máquinas.

Recolhendo todo o esgoto da cidade, praias e rios ficarão limpos

Encaminhar o esgoto para tratamento é fundamental para despoluir rios, represas e praias. Mas o esgoto não é o único poluente. Lixo e a poluição que fica nas ruas (e é arrastada depois pela chuva) contribuem para contaminar a água. É a chamada poluição difusa – há estudos indicando que ela pode passar de 30% da contaminação. Além disso, há o esgoto de ligações clandestinas ou irregulares que também poluem os cursos d’água. É necessário resolver também esses fatores.

O óleo de cozinha pode ser jogado na pia

O óleo de cozinha entope as tubulações. Ao endurecer, acaba grudando dentro dos canos, prendendo inclusive outros restos. É como um infarto: vai fechando a artéria (no caso, o cano) até impedir a passagem do sangue (no caso, do esgoto). O resultado é a volta do esgoto para dentro de casa ou nas ruas. O óleo de cozinha precisa ser guardado e entregue em postos de coleta. Ele pode ser transformado em sabão ou massa de vidraceiro, por exemplo.

Os microorganismos do esgoto podem causar doenças

Sim, mas são eles também que fazem a biodegradação do esgoto – a limpeza dele. É como em um rio, onde esses bichinhos microscópicos consomem a matéria orgânica ao longo de quilômetros. Nas estações de tratamento de esgotos, esse processo é acelerado, durando em média sete horas. Os microorganismos primeiro “comem” a matéria orgânica com a presença de oxigênio. Eles produzem então o chamado floco biológico, que se agrupa e gera o lodo. É aí que entram em ação os microorganismos anaeróbios (sem oxigênio), que digerem esse lodo. Essa etapa se assemelha ao que acontece nos nossos intestinos – inclusive com a produção de gases.

O esgoto não serve para nada

Com o esgoto é possível gerar energia, produzir adubo e água de reúso. O gás gerado durante o processo de tratamento do esgoto pode virar biometano e ser usado como combustível para veículos. O esgoto também pode ser tratado para uso na irrigação ou como adubo. Como ele é rico em nutrientes importantes para a agricultura, como o nitrogênio, substitui em parte o uso de agrotóxicos.

Posso jogar lixo no vaso sanitário ou no ralo da pia

Restos de comida, remédios, fio dental, absorventes, camisinhas e similares não devem ser descartados pelo vaso sanitário muito menos pelo ralo da pia, pois podem entupir a rede. Antes de lavar a louça, limpe os restos de comida e jogue-os no lixo. Pelo ralo, só água.

Fonte: Portal Terra

No related posts.