Arquidiocese de Passo Fundo realizou no dia 22 de fevereiro o Lançamento da Campanha da Fraternidade2012. ACampanha tem como objetivo a reflexão sobre um tema específico, que este ano é “Fraternidade e Saúde Pública” e tem como lema a frase “Que a Saúde se difunda sobre a terra” (Eclo. 38,8).

Dom Pedro Ercílio Simon, Bispo Arquidiocesano, destacou que “o tema saúde pública está há muito tempo para ser refletido na Campanha da Fraternidade, já que atinge todas as pessoas. Grandes ou pequenos, precisamos de saúde.” O Bispo explicou  ainda que os temas são escolhidos de acordo com a visualização dos principais problemas da sociedade atual e da população em geral, a fim de conscientizar e sensibilizar todas as comunidades sobre o assunto.

A Campanha da Fraternidade, além de refletir, busca especialmente provocar as comunidades para o desenvolvimento de ações práticas na temática proposta, através do apoio à projetos sociais pelos fundos de solidariedade.

A principal forma de arrecadação para estes fundos é a Coleta da Solidariedade, realizada no Domingo de Ramos em todo o Brasil. O recurso arrecadado é distribuído entre o Fundo Nacional de Solidariedade – 40%, o Fundo Estadual de Solidariedade – 10%, e o Fundo Diocesano de Solidariedade – 50%.

O Fundo Diocesano (FDS), formado há 12 anos na Diocese de Passo Fundo, já beneficiou 142 projetos nos 47 municípios que abrange. Anualmente o FDS beneficia em média 12 projetos, atingindo mulheres, indígenas, quilombolas, idosos, crianças, adolescentes e jovens, agricultores, assentados, trabalhadores urbanos, desempregados, organizações, movimentos, pastorais, pessoas com deficiência, catadores, recicladores e dependentes químicos.

Atualmente o FDS é administrado pela Cáritas Arquidiocesana, que juntamente com o Conselho do Fundo, analisa, aprova e repassa os projetos apresentados. Assim, Luiz Costella, coordenador da Cáritas explica que momentos como o que ocorreu nesta quarta-feira buscam especialmente “prestar contas do que aconteceu em relação à Coleta da Solidariedade e a Campanha da Fraternidade de 2011, e motivar a comunidade para que colabore neste ano na Coleta, a fim de continuar esse apoio a projetos na Arquidiocese de Passo Fundo e no Brasil.”

Além das diversas iniciativas apoiadas durante o ano, o FDS escolhe uma ação diretamente ligada ao tema discutido para ser o gesto concreto da Campanha da Fraternidade. Em 2012, o projeto escolhido foi Vida e Vida em Abundância, desenvolvido pela Pastoral da Criança nas paróquias NSª de Fátima e NSª da Glória, em Carazinho.

O projeto prevê a continuidade, desenvolvimento e aprimoramento do trabalho de acompanhamento às famílias, pesagem de crianças e orientação sobre práticas de alimentação saudável, revertendo em benefício da vida de muitas pessoas, especialmente das crianças mais pobres. Segundo Costella, o FDS e a arquidiocese querem primeiramente “reconhecer a importância da pastoral da criança, do seu trabalho e preocupação com a saúde pública. Quem conhece esta pastoral sabe que ela desenvolve um trabalho de base junto às famílias e a comunidade, na orientação das mães, no acolhimento e pesagem das crianças, na celebração da vida, orientando na questão alimentar e conferindo cartões de vacina. Essas iniciativas têm reduzido muito, em todo o Brasil, a mortalidade infantil”. O trabalho da pastoral da criança em Carazinho se desenvolve através do trabalho voluntário de 30 mães, que beneficiam cerca de 200 crianças.

por Victória Holzbach, assessora de Comunicação da Cáritas Arquidiocesana de Passo Fundo

 

No related posts.