Subsidiar projetos e atividades voltadas ao desenvolvimento de pessoas em exclusão social e entidades, priorizando temáticas concretas ligadas à Campanha da Fraternidade, são as metas do Fundo Diocesano da Solidariedade (FDS) - montante de recursos gerido pela Cáritas em parceria com o Centro Diocesano de Pastoral.

Uma das entidades apoiadas pelo Fundo neste ano é a Associação Cristã de Deficientes Físicos (ACD), que atende diariamente 30 pessoas, com idades entre 20 e 45 anos, muitas em situação de vulnerabilidade social.

A Associação atua em diferentes temáticas e, através do esporte, consegue incluir os deficientes na prática de atividades que promovem o desenvolvimento motor e social dos acolhidos. Uma dessas práticas é o basquete.

O grupo, que até então utilizava a quadra do Ginásio Maggi de Césaro,em Passo Fundo, juntou recursos próprios para a construção do espaço para a atividade na Associação. O Fundo Diocesano da Solidariedade contribuiu com o projeto com as tabelas da quadra. A entrega do montante foi feito hoje, dia 18, na Associação.

“Nós tínhamos dificuldade de locomoção com as cadeiras de roda, que são grandes, próprias para o jogo. Além disso, nós utilizávamos uma quadra que era da prefeitura e, como ela precisou ser ocupada, ficamos sem um local adequado. Por isso, vimos a necessidade de construir uma aqui”, comenta o presidente da entidade, Gelso Miranda.

Para o coordenador da Cáritas Arquidiocesana, Luiz Costella, a proposta do Fundo Diocesano é disponibilizar recursos para a promoção de projetos como esse: “É importante essa contribuição, que beneficia diretamente os deficientes. Esperamos que em breve a quadra seja concluída”, afirma.

Fundo Diocesano

O Fundo Diocesano é formado pelos recursos doados durante a Coleta da Solidariedade, realizada no domingo de Ramos, que antecede a Páscoa. Uma parte do total arrecadado também é destinado ao Fundo Nacional da Solidariedade, formado por 40% da coleta realizada em todo o país.

Desde 2000 o fundo já beneficiou 138 projetos nas áreas de Educação e Formação, Geração de Renda e Economia Popular Solidária, Saúde Alternativa e Preventiva, Resgate da Dignidade Humana, População em Situação de exclusão, além de Meio Ambiente e Reciclagem.

por Afonso Gobbi, assessor de Comunicação da Cáritas Arquidiocesana de Passo Fundo

No related posts.