Durante o lançamento da Campanha da Fraternidade 2013, que ocorreu na última quarta-feira, dia 13, na sede da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), em Brasília (DF), a diretora executiva nacional da Cáritas Brasileira, Maria Cristina dos Anjos, apresentou a prestação de contas do Fundo Nacional de Solidariedade (FNS) 2012. Confira o vídeo que foi apresentado para todos os presentes e o discurso de Maria Cristina na íntegra.

Fundos Diocesanos e Nacional de Solidariedade: 15 anos de experiência

Há 15 anos, a CNBB definiu em Assembleia a criação dos Fundos Diocesanos e Nacional de Solidariedade como um dos gestos concretos decorrentes da Campanha da Fraternidade. A cada ano, no Domingo de Ramos, é realizada a Coleta Nacional da Solidariedade e os recursos arrecadados são destinados à composição desses Fundos.

Os Fundos Diocesanos e Nacional de Solidariedade têm se tornado instrumentos importantes no apoio concreto da Igreja Católica ao trabalho social junto às comunidades mais empobrecidas. São apoiados projetos na linha da formação, da mobilização para políticas públicas e pequenas experiências de geração de renda.

Nesses 15 anos quase 2.500 experiências foram apoiadas e acompanhadas em todo país. outro resultado decorrente dessa iniciativa tem sido a conquista de outros aportes financeiros ao Fundo Nacional de Solidariedade. Desde 2011, o BNDES tem ampliado em 50% os recursos do FNS, destinados às iniciativas de geração de renda.

A Cáritas Brasileira, nesses 15 anos, tem assumido a animação e a gestão do Fundo Nacional de Solidariedade, hoje uma das maiores experiências no apoio concreto às pequenas iniciativas em todo país.

Apresentaremos brevemente, através de um vídeo, os resultados da Coleta Nacional em 2012 bem como a aplicação dos recursos.

No related posts.