“Partilhar o pão para que as Juventudes tenham vida”

A Cáritas Brasileira se prepara para o Encontro Internacional de Jovens de Cáritas, que será realizadoem Belo Horizonte(MG), entre os dias 13 e 16 de julho. O momento, além de ser uma preparação para a Jornada Mundial da Juventude 2013, será um espaço para acolher jovens de todo o mundo. “É a primeira vez que a Cáritas vai reunir jovens que atuam na entidade nos mais diferentes territórios de sua atuação”, comentou Leon Patrick, do Grupo de Trabalho (GT) de Juventudes da Cáritas Brasileira.

De acordo com Leon, o encontro se propõe a ser um espaço de reflexão sobre a realidade das juventudes, a atual conjuntura social e pastoral em que os jovens estão inseridos. “Dessa forma, a Cáritas espera potencializar a participação dos/das jovens em suas atividades”.

Motivados pelo tema “Partilhar o pão para que as Juventudes tenham vida”, e inspirados na motivação bíblica da passagem de Emaus, os/as jovens da Cáritas de todo o mundo participarão de quatro dias de momentos de formação, intercâmbio de experiências e vivências culturais.

“O tema escolhido nos coloca diante da seguinte reflexão: diante de um contexto mundial assolado por tantas crises, é bom lembrar que ao redor do mundo muitos/as jovens vivem em situação de pobreza, fome e violência. Partilhar o pão com esses jovens é partilhar os frutos e alimentos, mas também comungar com suas esperanças por um novo mundo. Assim vivenciamos com mais profetismo nosso compromisso Cristão de amor e solidariedade com os outros. Todo o encontro será conduzido por essa motivação”, afirmou Monyse Ravenna, também do GT Juventudes da Cáritas Brasileira.

O Regional Minas Gerais já está em clima de acolhida para receber as dezenas de jovens para o Encontro Internacional. A equipe do secretariado está mobilizada para contribuir com as tarefas de infraestrutura, credenciamento, traslado e outras. Nacionalmente, o Grupo de Trabalho de Juventudes junto com outros agentes Cáritas estão envolvidos nas tarefas metodológicas, litúrgicas, cultural e de articulação nacional e internacional.

Durante o encontro ocorrerão oficinas lúdicas e de cultura popular. “Dentro destas atividades a intenção é trabalhar a cultura como conhecimento dos povos presentes que irão compartilhar entre si e construir ao mesmo tempo a identidade de juventude de Cáritas”, continuo Monyse. Estarão presentes jovens de toda a América Latina, Argentina, Chile e Uruguai. Leon explicou ainda que cada um tem sua especificidade cultural que estará presente no encontro por meio das manifestações durante as celebrações e místicas para que os jovens possam se sentir acolhidos e percebam que isso é a magnitude de ser de um organismo internacional como a Cáritas.

“Por meio do intercâmbio cultural e político, o encontro poderá estimular o reconhecimento sobre o que é, e faz, a Juventude de Cáritas, e quais seriam as articulações necessárias para sustentar essa grande rede mundial”, finalizou Monyse.

por Priscila Souza, comunicadora popular da Cáritas Brasileira Regional Minas Gerais

No related posts.