Na celebração de encerramento do I Encontro Internacional dos Jovens Cáritas que ocorreu de14 a16 de Julho, os jovens alimentados e nutridos pela partilha, pelos compromissos, sonhos e esperanças construídos naqueles dias, pediram a luz de Deus e a interseção dos mártires para construir esta jornada.

Fizeram memória da vida e história dos lutadores/as latino americanos que deram sua prova maior ao povo assim como Jesus indo até as últimas consequências para que se faça o projeto de Deus de um reino de amor.

 Guiados pela canção “se eu quero que a luz de Deus que um dia em mim brilhou jamais se esconda e não se apague em mim o seu fulgor. Se eu quero que seu amor ajude o meu irmão a caminhar guiado por tuas mãos, em tua lei em tua luz senhor”, refletiu-se a missão dos mártires que deram a vida ao irmão: Oscar Romero, Irma Doroti, Zumbi dos Palmares, Frei Tito, Olga Benário, Odair Firmino, Padre Cícero e tantos outros.

A juventude latino americana da Cáritas orou e pediu para que os mártires os ajudem na caminhada e nos compromissos firmados pela vida da juventude e que o Senhor seja a libertação e os livre da opressão em nome de todos os jovens que morreram e morrem todos os dias.

Em um sinal de esperança dos frutos que serão colhidos desta caminhada intercedida por tantos homens e mulheres de fé que tiveram a coragem de ousar por um mundo melhor se cantou a musica: “haveremos de ver chegando a vitoria, o povo na rua e fazendo a historia, crianças sorrindo em toda nação.” E assim se encerrou a celebração com todos animados a seguir assim como os mártires superando tudo corajosamente.

por Priscila Souza, assessora de Comunicação Cáritas MG

No related posts.