Nem mesmo a chuva e o frio desanimaram os milhares de jovens que participam da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) e que iam à Paróquia Santo Agostinho, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, na manhã desta quinta-feira (25) para ouvir a catequese do presidente da Caritas Internationalis, o Cardeal Rodríguez Maradiaga.

“Eu quero que vocês pensem em seus cinco melhores amigos”, disse o Cardeal Maradiaga no início de sua catequese. “Cristo está na lista?”

A igreja estava repleta de jovens de toda a América Latina e falando em seu espanhol nativo, Maradiaga disse que apesar de toda a tecnologia, as pessoas estão desorientadas. “É preciso ouvir mais a palavra de Deus.” O Cardeal ainda  citou um dos primeiros tweets do Para Bento XVI que nos aconselha a falar com Jesus por meio da oração, ouvir suas palavras e encontrar-se com Ele por meio dos pobres. “Ser cristão é fruto da liberdade. Você é um discípulo do amor e isso é um privilégio.”

Maradiaga enfatizou a necessidade de praticar a fé dizendo que muitas pessoas se dizem católicos, mas não praticam sua fé. “Nossos corações estão doentes. Estamos sofrendo de insuficiência cardíaca”, ressaltou o Cardeal.

Ele convidou os jovens peregrinos a praticar sua fé com a Cáritas fazendo referência a Campanha Mundial contra a fome e a pobreza que a entidade lançará ainda este ano. Além disso, Maradiaga estimulou o voluntariado entre os jovens. “No terremoto do Peru em 2007, muitos jovens trabalharam incansavelmente por horas a fio no socorro às vítimas. Muitas pessoas têm vidas espirituais secas. O jovem tem de ter um verdadeiro jardim espiritual para a sua vida. Você está com boa saúde espiritual?”, questionou.

por Thays Puzzi, assessora de Comunicação da Cáritas Brasileira | Secretariado Nacional, com informações de Michelle Hough, assessora de Comunicação da Caritas Internationalis – Foto: Michelle Hough

No related posts.